Evento: Experiências de luta e autogestão do Sul ao Norte (11 de agosto)

O LASInTec convida a todxs para uma conversa com Mike e Beau, do Lobelia Commons, e militantes de três movimentos de São Paulo – a Teia dos Povos, a Frente pelo Desencarceramento e o Movimento Passe Livre
11 de agosto, às 19h30, na EPPEN-Unifesp

Num contexto em que as emergências climáticas, sociais e sanitárias são cada vez mais parte do cotidiano, governos do norte ao sul continuam a tratar a situação sob a perspectiva da “segurança” promovendo formas militarizadas de controle social. Seja a crise econômica e/ou ambiental, os grupos mais atingidos – como de costume pobres e não brancos – são rapidamente transformados em ameaças a serem contidas.

Desde baixo, como podemos construir condições de autonomia coletiva que abram frestas nesse muro?

O LASInTec convida a todxs para uma conversa com Mike e beau, do Lobelia Commons, uma rede autônoma de produção de alimentos de Nova Orleans (EUA), e militantes de três movimentos de São Paulo – a Teia dos Povos, a Frente pelo Desencarceramento e o Movimento Passe Livre. Juntxs vamos trocar experiências e reflexões vindas das lutas autônomas do sul ao norte do continente.

Oficinas LASInTec (07, 14, 21 e 28 de julho)

O LASInTec convida todxs para nossa próxima atividade presencial na EPPEN-Unifesp

Oficinas de Pesquisa do LASInTec
Temas e Problemas Contemporâneos em Estudos de Segurança Internacional

07, 14, 21 e 28 de julho das 17:30hs às 19:00hs
SALA 115

O evento tem como objetivo expor e debater os principais temas, problemas e perspectivas metodológicas das pesquisas em Segurança Internacional realizadas no LASInTec. Voltado aos estudantes de graduação em Relações Internacionais, mas aberto ao público em geral, trata-se de uma série de encontros no formato de oficinas a serem ministradas por pós-graduandxs que são pesquisadores em nosso laboratório. Essas oficinas terão caráter informativo sobre o andamento das pesquisas realizadas no laboratório e formativo sobre as metodologias manejadas pelxs pesquisadores.

As oficinas serão ministradas por:

Thaiane Mendonça: Mestre em Estudos Estratégicos (2017) e Bacharel em Relações Internacionais (2014) pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Atualmente é doutoranda em Relações Internacionais pelo PPGRI San Tiago Dantas (UNESP, UNICAMP, PUC-SP) e pesquisadora no Grupo de Estudos de Defesa e Segurança Internacional (GEDES/UNESP) e no LASInTec/UNIFESP.

Helena Wilke: Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da USP com o projeto Justiça e Práticas Restaurativas: controles e penalidades contemporâneos, com bolsa FAPESP. Mestre e bacharel em Ciências Sociais pela PUC-SP. Pesquisadora no LASInTec/UNIFESP e integrante do grupo de pesquisa “Teoria dos sistemas e crítica da racionalidade neoliberal” do Depto. de Sociologia da FFLCH-USP, coordenado pelo Prof. Dr. Laurindo Minhoto

Mariana Janot: Mestre em Estudos Estratégicos (2020) e Bacharel em Relações Internacionais (2017) pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com mobilidade acadêmica na Université Paris 8 Vincennes Saint-Denis. Atualmente é doutoranda em Relações Internacionais pelo Programa de Pós-Graduação San Tiago Dantas (UNESP, UNICAMP, PUC-SP). Pesquisadora no Grupo de Estudos de Defesa e Segurança Internacional (GEDES) e do Grupo de Elaboração de Cenários Prospectivos da UNESP, do LASInTec da EPPEN-UNIFESP e do Laboratório de Estudos em Política Internacional (UFF).

João Paulo Gusmão: Doutor em Relações Internacionais pelo Programa de Estudos Pós-graduados em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Realizou estágio-sanduíche doutoral na Universidade de Genebra, como bolsista da Capes. Atualmente é professor do Bacharelado em Relações Internacionais da Universidade Paulista (UNIP), e pesquisador no LASInTec da EPPEN-UNIFESP.

Para acessar as leituras sugeridas clique aqui.

Ato em apoio aos Yanomami (09/05)

SOLIDARIEDADE AOS YANOMAMI E A TODOS OS POVOS INDÍGENAS EM LUTA!
09.05 ÀS 17H NO VÃO DO MASP

No dia 25 de abril foi divulgada a informação de que uma jovem yanomami de 12 anos foi sequestrada, estuprada e morta por garimpeiros que invadiram a Terra Indígena localizada no norte do estado de Roraima. A tia da jovem tentou impedir o sequestro e uma criança que a acompanhava foi jogada no rio pelos invasores e até o momento está desaparecida. Alguns meses antes, duas crianças yanomami foram sugadas e mortas por uma máquina dos garimpeiros enquanto nadavam em um rio perto da comunidade em que viviam.

Esses casos intoleráveis são algumas das tantas violências sistemáticas realizadas contra os povos indígenas habitantes deste território atualmente chamado Brasil que foram divulgadas nos últimos meses na imprensa e nas redes sociais. Porém, é importante ressaltar: esses ataques não são isolados, são parte do processo colonial em curso que já dura mais de 5 séculos.

Neste contexto, mais do que nunca, é necessário gritarmos: não existe vida possível dentro do capitalismo e do Estado, pois ambos são sistemas gêmeos que promovem a morte e a destruição. 

É preciso barrar o extermínio em curso! 

FORA GARIMPO!

Diálogos sobre extensão e pesquisa (Unifesp)

No dia 6 de maio, sexta-feira, às 17h30, o LASInTec participará do evento de divulgação das ações de extensão e pesquisa da Unifesp. Para acessar clique aqui.

O evento tem como objetivo possibilitar e facilitar a interlocução entre docentes e discentes do curso de Relações Internacionais, bem como fomentar e facilitar o diálogo com a comunidade externa.

Os docentes do curso de RI vão expor suas áreas de pesquisa, projetos coordenados e ações de extensão para a comunidade, mas especialmente para os ingressantes no curso. Os encontros serão transmitidos pelo canal do YouTube do Departamento de Relações Internacionais.